quarta-feira, 14 de junho de 2017

INÍCIOS




De tanto ouvir eu ler
As minhas poesias,
A minha filha tomou gosto e empenho,
E com muita timidez
Ensaiou os primeiros versos,
Que muito admirei.
E a achei bastante capaz,
Sem falar que o tema escolhido
Me atinge positivamente, de forma eficaz.
E por isso intuí,
Num grande reconhecimento,
Publicar, neste meu livro,
Dois inícios ao mesmo tempo!
A seguir vai o poema,
Que tocou meu coração,
E aqueles todos que leem
Saberão me dar razão,
Pois crescimento de filho
Não se mede na emoção!



AOS MEUS FILHOS

Dentre as programações da minha vida,
A mais planejada foram eles,
Chegaram de forma inesperada,
Sob situação de risco iminente,
Fazendo-nos chamar por Deus,
E por Ele sermos atendidos,
Porque o amor de um Pai
Nunca abandona um filho.
Fortalecemos a nossa fé,
E renovamos a esperança,
Hoje nos passam a lição,
Como mestres bons que são,
Com suas divinas infâncias!
                                              (Carla Lucena)

Nenhum comentário:

Postar um comentário