quinta-feira, 23 de maio de 2019

NUNCA


Dizer nunca é negar a vida,
Que é dinâmica e se modifica,
Hoje é o dia, amanhã quem sabe?
Não nos pertence, por isso
Não nos cabe.

A realização segue um fluxo,
Cada passo, cada feito é um ponto
De construção, é sempre o pensamento,
Passíveis de equívocos, é certo,
No entanto, comportam desfazimento.

Dizer nunca fecha porta
Nunca almejada abrir,
E se deixa de chegar ao topo
Por o orgulho assumir.

Dizer nunca deve ser observado,
Pode ser característica do incauto
Que receia fazer o inusitado
Sem nunca sequer ter tentado.
(Eneida D M)

Nenhum comentário:

Postar um comentário